21 de maio de 2018

IMAGENS HISTÓRICAS - REGULARIDADE

Ainda que Nigel Mansell tenha anotado seis vitórias contra três de Nelson Piquet, em 1987, a regularidade e a experiência do piloto brasileiro fez toda a diferença. Foi a bordo da icônica Williams FW11B, que Nelson Piquet conquistou seu terceiro Mundial.

15 de maio de 2018

ESPANHA 18 - PITACOS PÓS GP

A corrida em terras espanholas seguiu o padrão das provas realizadas na Catalunya, um tédio sem fim.

Tirando a cagada monstruosa protagonizada por Romain Grosjean que perdeu a traseira do carro na curva 3, logo após a largada, e tentou voltar no meio do pelotão dando zerinho, nada de mais relevante aconteceu em Montmeló. Já com relação ao ocorrido, por muito pouco não houve um acidente de graves proporções. E no fim das contas, o piloto francês acabou punido com a perda de três posições na próxima etapa, em Monte Carlo. Punição ridícula, diga-se. 

No mais o que se viu foi um domínio avassalador da Mercedes, que enfim, conseguiu colocar a Ferrari no bolso e voltou a anotar uma dobradinha após oito corridas. Hamilton conquistou a 64ª vitória da carreira, a segunda da temporada. 

Max Verstappen dessa vez não se envolveu em confusões. O jovem holandês  conseguiu  levar sua Red Bull ao pódio, na terceira posição. Já Sebastian Vettell terminou num discreto quarto lugar. O melhor começo de campeonato em dez anos para a Ferrari, parece ter descido pelo ralo.

Por fim, resta saber se aquele inicio de campeonato que assistimos, com corridas interessantes e repletas de imprevistos, foram pontos fora da curva, ou se o padrão será esse que assistimos em Barcelona.

10 de maio de 2018

ICÔNICO

Em algum lugar do passado, Graham Hill a bordo da icônica Lotus 49.

8 de maio de 2018

NO TUNEL DO TEMPO

Foi na Hungria, em 1992, onde Nigel Mansell finalmente sagrou-se campeão. 

Após doze temporadas completas, três vice-campeonatos e 180 GP´s, o piloto inglês finalmente faturava seu primeiro e único titulo na categoria máxima do esporte a motor, com o segundo lugar conquistado em terras húngaras.

A vitória ficou com Ayrton Senna. Gehard Berger completou o pódio, na terceira colocação.

7 de maio de 2018

IMAGENS HISTÓRICAS

A disputa pela vitória entre Elio de Angelis e Keke Rosberg - GP da Áustria -1982. 

Numa chegada antológica, De Angelis conquistava sua primeira vitória na categoria, com uma vantagem de 0,050s sobre Rosberg. A equipe Lotus de Colin Chapman (na foto arremessando sua famosa boina para o alto), voltava a vencer após um jejum de quatro anos.

Jacques Laffite completou o pódio, na terceira colocação. Patrick Tambay, Niki Lauda e Mauro Baldi fecharam a zona de pontos daquela época.

4 de maio de 2018

LOW RIDER (15)

Hoje é a vez da Ferrari movimentar o espaço Low Rider.

Carlos Reutemann a bordo da máquina italiana, faturava o primeiro GP do Brasil disputado no saudoso circuito de Jacarepagua, em 1978. Emerson Fittipaldi com a Copersucar Fittipaldi e Niki Lauda com a outra Ferrari, completaram o pódio em terra brasilis, segundo e terceiro colocados respectivamente.

1 de maio de 2018

AYRTON SENNA - IN THE CLOUDS


Acidentes são inesperados e indesejados, mas fazem parte da vida.
 
No momento em que você se senta num carro de corrida e está competindo para vencer, o segundo ou o terceiro lugar não satisfazem.
 
Ou você se compromete com o objetivo da vitória ou não.

Isso quer dizer: ou você corre ou não" 

 Ayrton Senna

27 de abril de 2018

CORES UNIDAS

Ilustrando o espaço com Roberto Pupo Moreno, GP da Bélgica 1991. 

O piloto brasileiro tinha todas as condições de realizar uma bela temporada neste ano. Titular na equipe Benetton, ao lado do seu amigo Nelson Piquet, Moreno estava a vontade no time. No entanto, talvez tenha sido o seu ano mais conturbado na categoria.

Apesar do bom resultado conquistado no GP da Bélgica, onde terminou em quarto e anotou a melhor volta, acabou demitido da equipe, para dar lugar a Michael Schumacher. Na sequência se mudou para a Jordan, onde realizou duas corridas. Mas sem dinheiro, perdeu o lugar para Alex Zanardi.

Por fim, disputou a última corrida da temporada, em Melbourne, pela Minardi, no lugar de Morbidelli. A terceira equipe na mesma temporada.